COVEN

SEJAM BEM VINDOS, SIND WILLKOMMEN, SONO I BENVENUTI, ARE WELCOME, ER VELKOMMEN

quinta-feira, 31 de maio de 2012

FOLCLORE DE SAMHAIN



Fonte imagem: http://4.bp.blogspot.com/-fCa0s_7Ovqw/Tqh2j4X5yZI/AAAAAAAAGFc/WgnFiuffJ3o/s1600/samhain.jpg

  
                                        Samhain

Samhain é também conhecido sob o nome de Festa dos Mortos ou Festa das Maçãs. Era a festa céltica dos mortos, venerando o Senhor Ariano da Morte, Samana (os celtas chamavam-lhe vigília de Saman). Tem sua representatividade no inverno com a chegada da fome, frio, tempestades. No hemisfério norte, a neve trazia a morte das plantas, o fim das colheitas que ainda restassem. Assim, o homem aprendeu que era necessário manter provisões para essa época do ano. É a noite em que a tênue linha entre o mundo dos "vivos" e dos que já partiram fica mais frágil. Como a reencarnação é um dogma da religião Wicca, não é uma data de tristeza pelos que já cruzaram a ponte do Summerland (o paraíso Wiccaniano), é apenas um reconhecimento do fato inevitável de que, se nascemos, um dia morreremos. É nessa noite em que o Deus tem sua Morte simbólica (lembremo-nos do inverno em que o sol fica menos aparente). Na Roda do Ano, Samhain marca o início da estação da morte: o inverno. A Deusa da Agricultura abdica de seu poder sobre a Terra em favor do Deus Cornífero da Caça. Os campos férteis do verão cedem o lugar às florestas nuas e brancas da neve.

Para celebrar Samhain, eram acessas fogueiras nos sidh, * ou colinas encantadas, nas quais os espíritos residiam. Ali moravam os espíritos dos ancestrais e deuses vencidos nos períodos mais remotos da história e da mitologia.

Alguns Wiccanianos acabam por confundir Samhain como uma criação cristã, a festa de Halloween, o que a meu ver é um grande erro. O Halloween não é, e jamais foi, uma prática dos seguidores das doutrinas pagãs ou mesmo neopagãs.

A expressão Halloween é criada da contração (feita de maneira errada) da expressão "All Hallows Eve", que significa no idioma inglês Dia de Todos os Santos, e corresponde ao dia Primeiro de Novembro, que no catolicismo é o dia de reverência aos Santos Mortos. É certo que no Século V a.C., na região denominada de Irlanda Céltica, o verão terminava oficialmente no dia 31 de outubro com uma comemoração (SAMHAIN) que traduzia o significado agrícola do fim dos dias de Sol, o início de um ano novo e mais, a Morte abstrata de nossa deidade masculina para seu mergulho no ventre da Mãe, propiciando assim, o início de mais um ano.
         Fato é que a nova religião tentava se firmar por meio de conversões, sentindo-se ameaçada em seus intuitos de prosetilismo, a exemplo de outras festividades pagãs anteriormente plagiadas, adota essa mesma data como forma de manutenção (mesmo que deturpada) dos costumes antigos e posteriormente ridicularizava nossos costumes com a inserção de práticas de misticismo a eles. Cabe-nos ainda ressaltar que, mesmo o costume do Jack O'Lantern (abóbora com a figura macabra recortada) é permeado de bases profundamente cristãs com uma história que envolve conceitos como PECADO, CÉU e INFERNO, conceitos que não encontravam lugar em nossas tradições e práticas
filosóficas. Alguns bruxos até adotam belos Jack O'Lanterns em seus rituais, como uma forma de satirizar o plágio da ritualística de Samhain pelo Halloween.

 : Do gaélico, Sidhe ou Sidh, que significa "Terras Altas"

Pesquisa: Wicca saindo das sombras. MillenniuM 

Post relacionados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário